Blog Signa

“Eu estava envolvida por desafios e em busca de uma mudança de vida”

mudança de vida

Participante do S3 viveu transformações profundas após voltar do Caminho

 

Sheila Oliveira estava envolvida pelos desafios da vida que já lhe haviam sido apresentados no S1 e S2. Em busca de mais uma mudança de vida, resolveu encarar o S3, o Caminho, da Signa Treinamentos E assim foi percorrer o Caminho de Santiago de Compostela por sete dias. Sozinha.

Até então, ela nunca tinha tido contato consigo própria por tanto tempo. “Caminhar sozinha por uma semana, eu e eu mesma, foi um grande desafio”, lembra.

Ela participou da primeira edição do S3, em 2012, e até hoje colhe os frutos de sua caminhada. “Os desafios começavam com os frios da manhã, pois sou muito friorenta. Mais do que isso e do cansaço físico, o mais difícil era vencer minha mente”, conta. “O tempo todo eu pensava em desistir, me perguntava o que eu estava fazendo ali e por que não peguei aquele dinheiro para tirar umas férias em um lugar sensacional, com praia e calor”, prossegue. “Vencer minha mente e os desejos momentâneos, tipo férias na praia, era difícil”, completa.

No entanto, persistindo no trajeto espanhol, Sheila investiu em algo duradouro. “Foi difícil e sacrificante, mas me trouxe benefícios que não foram e não são momentâneos. Eles abriram portas e criaram situações muito positivas na minha vida”, acrescenta.

 

O sol vai brilhar para todos

“Sou capaz de lembrar no penúltimo dia, quando já estava esgotada, queria pegar um táxi e não queria continuar caminhando”, recorda Sheila. “Um amigo de caminhada conversou comigo e me convenceu a continuar a caminhada, e fomos juntos”.

Em um outro momento, ela voltou a caminhar sozinha e se deparou com uma subida enorme. “Eu olhava em volta e ninguém podia fazer nada por mim. Olhava para frente e via que somente eu poderia fazer aquilo por mim”, narra. “Coloquei uma música que me motivou e comecei a subir. O caminho era tão íngreme que parecia uma escalada. Senti raiva, mas estava decidida que ia subir a ladeira toda”.

Chegando no topo, Sheila viu o nascer do sol. “Era tão espetacular e divino que aquilo me encheu de gratidão e de orgulho por ter conseguido chegar até lá”, revela. “Isso me mostrou que ninguém faz nada por você, seu caminho depende só de você, mas, no final da caminhada, sempre vai ter um sol para brilhar”.

 

Vivendo a mudança de vida

Depois desse nascer do sol, Sheila começou a enxergar que é a única responsável qualquer situação em sua vida e a única que pode levá-la onde deseja estar.

A partir daí, ela começou a colher transformações grandes em sua rotina. “Levamos um tempo para absorver tudo o que aprendemos nos treinamentos, mas depois colocamos tudo em prática”, garante. “E diariamente aplico todos eles na minha vida, principalmente as vivências do caminho”, adiciona.

Foi depois do S3 que começou um novo momento de mudança de vida sob diferentes ópticas. As transformações vieram no trabalho, saúde e relacionamento com a família.

“Mudei totalmente no trabalho. Me arrisquei muito ao sair de um cargo elevado em um banco, onde eu era superintendente. Abri meu próprio negócio e hoje tenho uma corretora de seguros e um escritório de investimentos”, ressalta Sheila. “Passei a ganhar umas dez vezes mais do que eu ganhava”.

No âmbito da saúde, passou de 35% de gordura no corpo na época do S3 para 10% atualmente. “Passei a me alimentar muito melhor, a praticar atividades físicas e agora sou atleta. Fiz minha primeira competição de wellness (modalidade de musculação que visa saúde e bem-estar) e vejo transformações absurdas”, relata.

Já entre os familiares, ela virou referência. “Hoje fico muito feliz em ver que minha família me olha diferente e acredita em mim. Que posso ajudá-los em diferentes situações. É maravilhoso”, conclui.


Talvez você também queira ver: